L.M.V

Reservado anonimato

Comecei a usar ainda muito jovem, aos 15 anos de idade, e não imaginava que um dia iria parar em uma clínica, sempre pensei que pararia quando quisesse.

No início eu usava maconha, mas depois de 2 anos experimentei cocaína e fiquei muito tempo usando diariamente. Tinha vários amigos que faziam o uso do Crack, mas eu sempre dizia que nunca colocaria “aquilo” dentro de mim, mas aos 25 anos, depois de uma briga com minha esposa, experimentei e gostei, foi quando perdi meus valores e minha identidade.

Quando notei que já era dependente resolvi pedir ajuda aos meus pais, mas não estava disposto a ser internado. Depois de 1 ano e meio de uso constante de Crack, meus pais chamaram o resgate do Viva.

No começo relutei, mas foi nesse momento, quando conheci o CT Viva, que aprendi a lidar com ferramentas para vencer a dependência, revi meus conceitos e minha espiritualidade. Aprendi muitas coisas boas e resolvi me adaptar ao tratamento.

Hoje estou “limpo” e com muita vontade de mudar. Cada dia que passa estou melhor e mais animado com o meu tratamento. Fico agradecido por estar me tratando e com uma perspectiva de vida melhor.

Tenho certeza que quando voltar para a minha cidade, meus “amigos” vão me oferecer novamente a droga, mas aqui no Viva criei métodos para negar e não aceitar esse tipo de oferta.

Agradeço aos meus familiares e a todos os profissionais do CT Viva que me ajudaram muito.

Termos de Uso e Política de Privacidade - Grupo Viva | Clínica Terapêutica Viva © - Todos os direitos reservados