Perguntas Frequentes

voltar A- A+

Quando uma pessoa se torna alcoólatra?

Alcoolismo

Não é fácil identificar a diferença entre dependentes da bebida (alcoólatra) e aquela que bebe em excesso ou aquela que apresenta problemas relacionados com o seu consumo, sem configurar como um caso de dependência.

A bebida alcoólica é extremamente inadequada como calmante ou como saída para enfrentar problemas, pois embora produza um efeito mais imediato de euforia, esta é seguida de depressão do sistema nervoso, deixando o indivíduo mais desconfortável e ansioso.

Além disso, o uso abusivo de álcool muitas vezes é causador de acidentes, intoxicações, nervosismo, e outros problemas físicos, psicológicos e sociais.

Existem sinais que demonstram quando, além de estabelecer uma relação arriscada com a bebida, a pessoa está evoluindo para a dependência. Eis alguns deles:

1. Aumento da quantidade de bebida e da frequência (vários dias por semana, mais de uma vez por dia);
2. Dificuldade de controlar o consumo da bebida, compulsão por beber e dificuldade de estabelecer limites de término do consumo;
3. Abandono de outros interesses ou prazeres em favor do uso da bebida;
4. Aumento da tolerância ao álcool (aumento da dose de bebida para obter o mesmo efeito);
5. Persistência no uso do álcool a despeito da evidência clara das consequências nocivas deste hábito;
6. Apresentação da síndrome de abstinência (cujos sintomas mais comuns são ansiedade, insônia, irritabilidade, tremores, náusea, vômitos, cefaleia, pesadelos, alucinações) Estes fenômenos representam sinais da síndrome de abstinência quando são aliviados com a bebida.

Quando a pessoa apresenta três ou mais desses sintomas, está configurada a dependência ou o alcoolismo.

Termos de Uso e Política de Privacidade - Grupo Viva | Clínica Terapêutica Viva © - Todos os direitos reservados